Ouvidoria da Educação realiza formação com técnicos dos Núcleos Territoriais

Ouvidoria da Educação realiza formação para técnicos dos NTE (6)

Técnicos dos Núcleos Territoriais de Educação (NTE) estão participando, nestas terça e quarta-feira (25 e 26/07), de encontro formativo promovido pela Ouvidoria da Educação em parceria com a Ouvidoria Geral do Estado (OGE). A atividade, que acontece no Instituto Anísio Teixeira (IAT), em Salvador, tem o objetivo de debater a Ouvidoria como instrumento de participação social e as principais atividades do órgão, que visa aperfeiçoar o atendimento prestado à população em todo o Estado.

O subsecretário da Educação, Nildon Pitombo, falou sobre a importância deste instrumento de aproximação do Estado da sociedade. “A nossa expectativa como educadores é trabalharmos no sentido pedagógico, educando o cidadão para a importância do exercício da cidadania através da instrumentalização da Ouvidoria como ferramenta de participação e controle social. Por isso, devemos estar preparados e munidos de conhecimento para evitarmos os ‘denuncismos’ e para prestarmos o melhor serviço”, afirmou.

Segundo o Ouvidor da Educação, Francisco Neto, o encontro serve também para a troca de experiências e para intensificar ações que popularizem o órgão. “Além do atendimento, temos o acesso direto às escolas por meio do projeto ‘Ouvidoria Vai à Escola’, que promove atividades para incentivar gestores, estudantes, funcionários e professores a conhecerem e procurarem o nosso trabalho. A Ouvidoria da Educação também é a responsável pela gestão da Lei de Acesso à Informação, por isso temos que estar preparados para utilizá-la e disseminá-la como processo democrático do País”.

A assessora técnica da OGE, Juçara Gonçalves Reis, destacou o papel do órgão neste atendimento ao público. “Estamos em primeiro lugar em eficácia no atendimento passivo e isso está ligado a uma boa parceria com todos os órgãos na procura da melhor resposta. Por isso, é importante que os técnicos do NTE procurem a sede da Secretária da Educação sempre que tiverem dúvidas sobre os procedimentos. Ainda lembrando, que o direito de acesso à informação é constitucional e vem cada vez mais se aprimorando”, ressaltou.

Para a técnica da Ouvidoria da Educação, Francineide Braga, do Núcleo Territorial de Educação de Juazeiro (NTE-10), “o trabalho realizado nos diversos cantos do Estado promove uma verdadeira gestão democrática. Acredito que estamos conseguindo aproximar a comunidade escolar e esse encontro acaba nos auxiliando a adquirir conhecimento e a trocar experiências com os colegas”, disse.

Participaram da abertura do encontro o diretor Geral do IAT, Severiano Alves, e o coordenador de Articulação dos Núcleos Territoriais de Educação (CONTE), José Barreto Bittencourt.

 

Fotos: Liviane Barbosa

Fonte: Portal da Educação

Curso técnico em Itororó desperta estudantes para o empreendedorismo rural

cetep-itororo02
Os estudantes do curso técnico em Zootecnia do Centro Territorial de Educação Profissional do Médio Sudoeste da Bahia (CETEP), localizado em Itororó (545 km de Salvador), no Centro-Sul baiano, já estão tendo contato com suas áreas de atuação no campo. Por meio de aulas práticas, eles aprendem sobre manejo de pastagem, contenção bovina, fabricação de queijo e iogurte e são estimulados ao empreendedorismo, tendo em vista que o curso foca no desenvolvimento territorial e na perspectiva de contribuir para que os futuros técnicos possam se beneficiar das demandas geradas pelas cadeias produtivas locais, podendo permanecer nas suas cidades de origem.
Thiago Alves Magalhães, 27, conta que sua família é produtora de leite e que o curso está o ajudando a agregar valor à sua pequena produção de queijos e iogurtes. “Eu já tinha o conhecimento bruto e agora estou adquirindo conhecimento técnico para ter uma noção completa de como é a produção. Estou gostando muito das aulas porque aprendemos sobre o manuseio de utensílios, estocagem, normas de higiene e novas técnicas”, afirma o estudante empreendedor.
Segundo a professora Luana Pio, as aulas práticas são muito importantes para a formação dos estudantes. “As atividades práticas permitem que eles tenham contato com o campo e entendam as funções de um técnico em Zootecnia. Além disso, os estudantes conseguem assimilar os conteúdos de forma mais proveitosa”, destaca a educadora.
A estudante Paola Silva Santos, 15, confirma. Ela está no primeiro ano do curso e teve seu primeiro contato com animais nas aulas práticas e está empolgadíssima. “Fiquei encantada com a possibilidade de me aproximar e poder tocar nos animais. Aprendi muito e tirei várias dúvidas com a professora que, por sinal, explica muito bem. Quero participar de muitas outras aulas como estas”, afirma.
Ensino e aprendizagem
Na aula de “manejo de pastagem”, os estudantes fizeram um levantamento de uma área de pastejo degradada e de outra empastada, para observar a importância do manejo correto do capim, que serve de alimentação para os animais. Já na prática sobre “contenção bovina” foram aprendidas técnicas de nós e amarrações para contenção de bezerros e vacas, que são necessárias para qualquer manejo com os animais, a exemplo de uma vacinação.
Os estudantes também receberam orientações sobre beneficiamento de leite, no qual aprenderam a produzir queijos, a exemplo do coalho incrementado com orégano e pimenta calabresa e iogurtes nos sabores de morango e ameixa. Os produtos fabricados na aula foram vendidos na comunidade e o dinheiro adquirido será investido em outras atividades do curso.

Secretaria da Educação convoca coordenadores pedagógicos para atuação nas escolas

indu.
Com o objetivo de fortalecer o eixo pedagógico nas escolas, a Secretaria da Educação do Estado está convocando os coordenadores pedagógicos que estão fora das escolas para retornar às unidades escolares. A decisão foi publicada no Diário Oficial da sexta-feira (21) e faz parte das ações adotadas pela Secretaria para a implantação de uma coordenação pedagógica em cada colégio da rede, até o final de 2017.
“Precisamos cuidar do professor e do mais importante a ser alcançado que é o estudante. A Tecnologia é importante, mas é ferramenta, é acessório. Já a pedagogia não pode ser uma agenda, um livro, um papel. Toda escola com coordenação pedagógica, como propulsor de transformação, é o desafio pautado para toda a Secretaria da Educação, que se coloca como ferramenta, como apoio”, destaca o secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro.
De acordo com a Portaria nº 2675/2017, todos os coordenadores pedagógicos que estejam atuando fora da unidade escolar, com exceção para os educadores investidos em cargo de comissão, devem formalizar requerimento de remoção até o dia 3 de maio, manifestando opções pelas escolas disponíveis e indicadas pela Secretaria para a atuação. Os coordenadores pedagógicos devem protocolar o requerimento na sede do Núcleo Territorial de Educação (NTE) de seu exercício, onde indicará três unidades e os municípios de interesse para a remoção.
Para os preenchimentos das vagas serão observados critérios de classificação presentes na Portaria nº 2675/2017. É importante ressaltar que a remoção independe de autorização ou conhecimento do superior hierárquico da unidade e os casos de omissão serão resolvidos pela Superintendência de Recursos Humanos da Secretaria da Educação do Estado.

Educadores e gestores escolares têm até o dia 30/04 para participar do Formacenso

Professores, coordenadores pedagógicos e gestores das unidades escolares da rede estadual de ensino têm até o dia 30 de abril para participar do Censo da Formação dos Profissionais da Educação Básica (Formacenso). A iniciativa da Secretaria da Educação do Estado da Bahia, realizada pelo Instituto Anísio Teixeira (IAT), busca valorizar os profissionais da educação básica, promovendo uma consulta sobre o interesse de participação em processos de formação, com o objetivo de subsidiar a oferta de cursos a serem realizados pelo IAT. O formulário será online e está disponível no endereço formacenso.educacao.ba.gov.br

imagemDe acordo com o diretor-geral do IAT, Severiano Alves, o Formacenso é o primeiro passo para a execução do Plano de Formação e Desenvolvimento dos Profissionais da Educação Básica, proposto pelo Instituto em articulação com a Superintendência de Políticas para a Educação Básica (Suped). “Precisamos ter um levantamento da real necessidade da rede estadual e, também, dos desejos dos educadores e gestores para o seu plano de carreira. Com a demanda dos profissionais nas mãos, podemos planejar e ofertar cursos de formação continuada”, afirmou Severiano.

A diretora de Formação e Experimentação Educacional, Daday Sales, ressaltou a importância do Formacenso para o processo formativo dos educadores. “Para as ofertas de formação continuada é preciso considerar a formação, a atuação e o interesse dos profissionais que serão atendidos. Com o Formacenso, teremos essas informações atualizadas, o que nos dará melhores condições de planejar a atualização da formação acadêmica, aperfeiçoamento profissional e pedagógico. A Secretaria, por meio do IAT, poderá, dessa forma, promover ofertas que vão ao encontro das expectativas e das necessidades de formação continuada de sua rede e são significativas para os seus profissionais, na perspectiva de assim melhorar a qualidade do ensino e da aprendizagem”, disse Daday.

Plano de Formação dos Profissionais da Educação

O Plano de Formação tem como objetivo contribuir com o cumprimento da meta 16 dos planos nacional e estadual de educação, a Lei de Diretrizes e Bases da Educação e o decreto Nº 8.752, que trata da Política Nacional de Formação dos Profissionais da Educação Básica, garantindo a melhoria da qualidade da educação básica. O Plano de Formação e Desenvolvimento dos Profissionais da Educação Básica contempla três programas, interdependente e complementares: o de Formação e Desenvolvimento dos profissionais da educação, o de Tecnologias e Mídias Educacionais e o de Pesquisa Inovação Pedagógica, todos desenvolvidos pelo Instituto Anísio Teixeira.

Fonte: Portal da Educação

Programa Primeiro Emprego busca jovens em mais 12 municípios baianos; veja relação

A coordenação do programa Primeiro Emprego está buscando jovens em diversos municípios para que eles possam ser encaminhados para seus postos de trabalho. Aqueles que se formaram na rede estadual de Educação Profissional desde 2015 e obtiveram as melhores notas foram classificados em um ranking feito pela Secretaria da Educação do Estado.

Confira abaixo a lista dos convocados que devem comparecer ao posto do Sinebahia mais próximo a seu município, portando RG, Carteira de Trabalho e Comprovante de Residência.

A meta do programa é oferecer o primeiro emprego para nove mil jovens oriundos da rede estadual de Educação Profissional. São 4.500 vagas entre novembro de 2016 a novembro de 2017, e outras 4.500 entre novembro de 2017 e novembro de 2018, no setor público. A oportunidade pode surgir em secretarias e órgãos do governo estadual, ou ainda empresas públicas e privadas, parceiras do programa. Para mais informações, acesse o site do Primeiro Emprego.

Relação de jovens por município

ITORORÓ

CAMAÇARI

SANTALUZ

JUAZEIRO

SERRINHA

GUANAMBI

CATU

CONCEIÇÃO DO JACUÍPE

IBOTIRAMA

PAULO AFONSO

SENHOR DO BONFIM

CÂNDIDO SALES

 

 

Fonte: Portal da Educação

 

Rui e Pinheiro autorizam reforma de escola em Potiraguá

rui
O governador Rui Costa e o secretário da Educação do Estado da Bahia, Walter Pinheiro, autorizaram, neste sábado (8), a reforma do Colégio Estadual Democrático Anísio Teixeira, durante visita à unidade escolar em Potiraguá. “Eu já visitei 230 escolas, entre estaduais e municipais. Faço isto porque acredito que as nossas decisões são tomadas de acordo com aquilo que conhecemos. Então, converso com diretores, professores, alunos e descubro o que é preciso. Então, estamos reformando mais de 200 escolas. Todas as que visitei estão recebendo melhorias, quadras poliesportivas, sendo reformadas”, disse o governador.
Pinheiro destacou que a reforma da escola será um passo importante para a melhoria da qualidade da aprendizagem, mas que o principal para a escola é a transformação do eixo pedagógico. “Estamos investindo forte para que todas as escolas tenham coordenadores pedagógicos, na formação de educadores, na diversificação de oferta de cursos, além das parcerias que vamos estabelecendo com o Google, Sistema S, universidades e institutos federais, tudo com o foco na garantia do aprendizado e do ambiente escolar “, destacou o secretário. Ele também falou da prioridade que o governo da Bahia vem dando à Educação.
O secretário acrescentou que a comunidade escolar do Colégio Democrático Anísio Teixeira também está sendo beneficiada com o coordenador pedagógico.“Este colégio, que não tinha coordenação pedagógica, ganha hoje também um coordenador pedagógico. A meta é que todos os colégios do Estado tenham coordenação pedagógica até o final deste ano”.
Economia e turismo
O turismo e o trânsito de mercadorias entre o sul, o sudeste e o oeste da Bahia também serão fortalecidos com a recuperação de quase 60 quilômetros da BA-680, no trecho entre os entroncamentos com a BA-270, em Potiraguá, e com a BR-101. A obra, autorizada pelo governador Rui Costa neste sábado (8), no município de Potiraguá, vai beneficiar mais de 100 mil habitantes também dos municípios de Itarantim, Macarani, Maiquinique e Itapetinga. Na ocasião, Rui e o secretário da Educação, Walter Pinheiro, autorizaram a reforma do Colégio Estadual Anísio Teixeira, que foi visitado por eles.
Rui informou que, só nesta semana, foram autorizadas as recuperações de três estradas baianas. “O maior investimento é nesta de Potiraguá, são R$ 27 milhões. Este valor dá quase dois anos de arrecadação do município. Esta obra resulta da nossa concepção de que a Bahia é grande, mas precisa estar com a infraestrutura em dia para levar desenvolvimento e emprego para todos os cantos”. Segundo ele, a obra beneficia também a arrecadação. “O imposto sobre serviço desta obra também é recolhido aqui, beneficiando os moradores”.
Para o secretário da Infraestrutura, Marcus Cavalcanti, a BA-680 é importante porque interliga todo o extremo-sul à BR-101, atendendo quem sai de Vitória da Conquista, Itapetinga, Barreiras, Brasília ou do estado de Tocantins. “Para quem vem destas regiões, é o caminho mais perto para chegar a Porto Seguro. É importante também para escoar a produção local, que é muito forte na pecuária. Estamos caminhando aos 5,5 mil quilômetros de estradas recuperadas até o final dos próximos dois anos”, acrescentou.
A carne, o leite, o queijo, o iogurte, além da feira municipal, toda a economia local gira em torno da produção rural, especialmente da pecuária. Motorista de caminhão Suel dos Santos, visita as fazendas que margeiam a BA-680 todos os dias, para levar o leite até a sede de Potiraguá, onde o produto é vendido. “Já fique das 7h ao meio-dia com fome, com o carro quebrado. Arrumando a estrada melhora muita coisa. O carro não vai quebrar mais. Com a estrada boa não corremos risco de o leite estragar, e não precisamos sair tão cedo, porque a viagem não atrasa”.
O turismo é outro segmento para o qual a rodovia é fundamental. Diretor de uma rede multinacional, Antônio Aucélio, de Brasília, levou a esposa até Porto Seguro, em uma viagem de passeio. Passando pela BA-680, ele elogiou a iniciativa de pavimentação. “Para nós, que somos usuários, a recuperação da estrada é fundamental, porque incentiva o comércio local e o turismo fica mais fácil. Pessoas que visitam constantemente a cidade vão ter uma estrutura melhor”.

Provas da seleção REDA na Educação serão realizadas no dia 7 de maio

aulao5A Secretaria da Educação do Estado adiou para o dia 7 de maio a aplicação das provas para o Processo Seletivo Simplificado visando a contratação, por meio do Regime Especial de Direito Administrativo (REDA), de professores e profissionais da Educação. As provas estavam previstas para este domingo (9). Os locais das provas serão informados no cartão de convocação do candidato, disponibilizado no site
De acordo com a portaria publicada, nesta quinta-feira (6), no Diário Oficial, as provas serão aplicadas no turno matutino, das 8h às 12h, para as funções de professor da Educação Profissional, preceptor de estágio Enfermagem, técnico de Atendimento Educacional Especializado, tradutor/Interprete de Libras, cuidador educacional, braillista, instrutor de Libras, professor, por segmento da Educação e o do técnico de nível médio/mediador. No turno vespertino, das 14h às 18h, serão realizadas as provas para professor da Educação Básica, da Educação Básica no Campo e Professor Indígena.
Vagas
A seleção visa a contratação de 2.483 professores da Educação Básica, Educação no Campo e mais 215 vagas para professor Indígena. O processo seletivo também envolve 961 vagas para a função de técnico de nível médio/mediador para o Ensino Médio com Intermediação Tecnológica (Emitec).
São ofertadas, ainda, 519 vagas destinadas a professores da Educação Profissional e Tecnológica e 211 vagas iniciais para professor substituto da Educação Básica. São mais 157 vagas para preceptor de estágio de Enfermagem das unidades da Educação Profissional e Tecnológica e mais 655 vagas da Educação Especial, destinadas a técnicos de atendimento educacional especializado, tradutor/intérprete de Libras, cuidador educacional, braillista e instrutor de Libras.

Núcleo Territorial de Educação – NTE 08 mobiliza gestores para eleições do Colegiado Escolar

es

O Núcleo Territorial de Educação – NTE 08 está realiza nesta terça-feira (28/03), formação com os gestores escolares e presidentes dos Colegiados das escolas do Território Médio Sudoeste da Bahia para a participação no processo eleitoral do Colegiado Escolar para o biênio 2017/2019, que acontecerá de 8 a 12 de maio em todas as escolas estaduais.

O colegiado tem a função de promover a participação e acompanhamento das ações pedagógicas, administrativas e financeiras da escola e é composto pelo diretor da escola e representantes de professores, funcionários, estudantes, pais, mães ou responsáveis.

Durante o encontro serão abordados diversos temas, como a importância do Colegiado Escolar como ferramenta de uma gestão democrática e participativa, além dos procedimentos para as eleições.

Mais Futuro

O Mais Futuro é um programa de assistência estudantil, criado pelo Governo do Estado, para garantir a permanência dos estudantes que se encontram em condições de vulnerabilidade socioeconômica, nas universidades públicas universidades públicas estaduais (UNEB, UEFS, UESB e UESC).

São ofertados estágios e auxílio financeiro, este no valor de R$ 300 ou R$ 600 mensais. O primeiro valor é destinado a universitários que estudam a até 100 quilômetros da sua cidade de origem. Já o segundo é para aqueles que moram em cidades a mais de 100 quilômetros de distância do campus onde estão matriculados. Estando dentro do perfil do programa, o estudante poderá receber o auxílio desde o primeiro semestre até completar dois terços do curso.

No terço final da graduação, os beneficiários terão a opção e prioridade para ingressar em vagas de estágio de nível superior ofertadas por órgãos e secretarias do Governo do Estado. Os estudantes que já estão na fase final do curso e atendem os critérios também podem ingressar no programa, já na fase do Estágio.

Para participar, o estudante deve preencher as informações a seguir com a máxima atenção. Em caso de dúvidas, deve entrar em contato com a Central de Atendimento, através do telefone 0800 071 8956, ou procurar a Assistência Estudantil da sua Universidade. O prazo para inscrição vai até o dia 31 de março.

 

Fonte: Portal da Educação

Estudantes do Colégio Estadual Naomar Alcântara mobilizam comunidade contra o Aedes aegypti

combate-mosquito

Os estudantes do Colégio Estadual Naomar Soares Alcântara, em Itarantim, município localizado no Núcleo Territorial de Educação do Médio Sudoeste da Bahia (NTE – 8), estão realizando uma série de atividades voltadas ao combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor de doenças como Dengue, Zika e Chicungunha. A mobilização conta com o apoio e o envolvimento de toda a comunidade escolar e, também, de agentes de Saúde, assistentes sociais e técnicos das secretarias de Educação e Saúde do município e envolvem palestras e visitas nas casas no entorno da escola. Até uma caminhada pelas ruas da cidade já foi realizada para disseminar informações sobre a prevenção ao mosquito.

A diretora da unidade, Carla Chaves Batista, fala sobre a importância de envolver os estudantes da escola no projeto de combate ao mosquito, a partir das orientações da Coordenação de Saúde e Meio Ambiente da Secretaria da Educação do Estado. “Nossa cidade tem 21 mil habitantes e houve diversos casos de doenças envolvendo moradores. Por isso, estamos empenhados em realizar diversas atividades que promovam essa conscientização”, comenta.

A estudante do 3º ano, Caroline Santos, 17 anos, diz que atividades como estas ajudam a despertar o sentimento de coletividade. “A caminhada foi realizada na base do diálogo, a partir da qual, juntos com os agentes, passávamos conhecimentos sobre o combate ao Aedes. Tivemos uma reunião entre os colegas e professores para poder nos apropriarmos das informações e ficamos muito satisfeitos pelo trabalho feito. Tenho amigos que tiveram a doença e espero que não passem mais por isso”, salienta.

Para o estudante do 3º ano, Luis Lacerda, 17, com o envolvimento, o aluno passa a ser um agente multiplicador. “Se poucas pessoas tiverem essa conscientização de nada vai adiantar. Temos que fazer um grande esforço para que o nosso vizinho, colega de escola, comerciante, enfim, todos saibam sobre como evitar a proliferação do mosquito, que atinge a todos nós. Em casa, também podemos ajudar dando exemplos, como manter o quintal limpo, não deixar água parada em garrafas e pneus”, elencou.

 

Fonte: Portal da Educação