Programa Mais Futuro beneficia 4 mil universitários com bolsa permanência

mais-futuro_0
A partir desta quarta-feira (21), quatro mil estudantes de universidades estaduais integram o programa Mais Futuro. A iniciativa do Governo do Estado oferece auxílio financeiro para os jovens em condições de vulnerabilidade socioeconômica, participantes do CadÚnico, além de oportunidades de estágio no setor público. O incentivo garante a permanência desses estudantes nas salas de aula e a conclusão dos cursos de graduação. Na manhã desta quarta, em cerimônia no Bahia Othon Palace, em Salvador, o governador Rui Costa assinou os termos de compromisso de estágio dos universitários participantes, que também receberam seus cartões bancários.
“Este programa é voltado aos jovens de famílias de baixa renda, para que possam cursar uma faculdade, regularmente. Esta é a prioridade do Governo com a juventude. Acredito que a educação transforma a vida das pessoas e esse é mais um estímulo para que esses estudantes concluam seus cursos. A partir do sexto semestre, também estamos oferecendo oportunidades de estágio remunerado, para os universitários garantirem experiência profissional na atividade que está se formando”, explica o governador.
De acordo com o secretário da Educação, Walter Pinheiro, o Governo do Estado está fazendo uma grande modificação na estrutura educacional da Bahia. “Todas essas iniciativas, como o Mais Futuro, o Partiu Estágio e o Primeiro Emprego, vão preparar os estudantes não só para as universidades e o mercado de trabalho, mas para a vida. Além disso, a possibilidade de garantir permanência na universidade e vagas de estágio incentiva também o Ensino Médio. Esse apoio é um estímulo para que alunos queiram ingressar no Ensino Superior”, afirmou o secretário.
Pinheiro ainda destacou que o Governo do Estado também vem promovendo mudanças na Educação Básica e Profissional criando um processo continuado em todos os níveis de formação. “Nós fizemos o lançamento de projetos de empreendedorismo e inovação nas escolas, mudança nos conteúdos pedagógicos e a exigência de um coordenador pedagógico para cada unidade escolar, e agora estamos complementando isso com a criação dos projetos direcionados ao Ensino Superior. Também estamos finalizando uma jornada de reestruturações nas redes físicas das escolas, com o acompanhamento do governador Rui Costa, que sempre destaca a educação como o principal fator de transformação social”, ressaltou.
O programa é voltado para os estudantes das universidades Estadual de Feira de Santana (Uefs), de Santa Cruz (Uesc), do Sudoeste da Bahia (Uesb) e para a Universidade do Estado da Bahia, (Uneb). Ao todo, se inscreveram no programa mais de 5,7 mil jovens e 4 mil deles foram selecionados nesta primeira etapa. Entre eles, 3.600 receberão o auxílio financeiro, chamado auxílio permanência, e os 400 estudantes restantes terão a oportunidade de estagiar em órgãos do governo baiano.
Incentivo - Os jovens que receberão auxílio permanência terão uma bolsa no valor de R$ 300, para quem estuda a até 100 quilômetros de onde mora, e de R$ 600, para os que vivem a uma distância maior. O pagamento já começa na primeira semana de julho, diretamente ao estudante, através de cartão, em conta bancária criada exclusivamente para esta finalidade. O benefício pode ser concedido desde o primeiro semestre até completar dois terços do curso. No terço final da graduação, os beneficiários terão a opção e prioridade para ingressar em vagas de estágio de nível superior ofertadas por órgãos e secretarias do Governo do Estado.
Estes são os primeiros quatro mil estudantes do programa que vai investir R$ 50 milhões até 2018, apostando na educação dos jovens baianos. Para participar, é preciso ter registro atualizado no cadastro centralizado de programas sociais do Governo Federal (CadÚnico); não possuir vínculo empregatício e não ter concluído qualquer outro curso de nível superior.
Para a reitora da Uesc, Adélia Pinheiro, as universidades estaduais têm colhido bons resultados dos investimentos públicos feitos nas estruturas, com a qualidade do ensino e formação de profissionais. “Sabemos que não basta ingressar nas universidades, é preciso permanecer. Garantir a permanência dos estudantes que ingressaram, principalmente, através das cotas, era necessário e imprescindível para que esses jovens ocupem lugares diferentes de liderança, de caminho profissional, o que hoje se faz no Programa Mais Futuro, voltado para garantir o investimento público para inclusão e acesso ao sistema educacional público estadual. Isso vai ajudar a ultrapassar histórias que são de exceção, como a de pessoas que, vindo da educação pública e de classes socialmente vulneráveis, conseguem concluir e ocupar cargos de direção “, contou a reitora.
Para a estudante do Curso de Direito, Naianna de Souza, 21 anos, da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), em Vitória da Conquista, o Mais Futuro vai dar a oportunidade de aprimorar o conhecimento aprendido na universidade. “O programa dá mais oportunidade aos jovens de universidades públicas, que muitas vezes não tem outros meios de adquirir um estágio. Vou trabalhar no Balcão de Justiça que vai contribuir com minha formação, além de proporcionar uma renda,” explicou
Já para Viviana Freitas, 20, estudante do Curso de Farmácia, da Universidade Estadual da Bahia (Uneb), em Salvador, o auxílio permanência contribui para as dificuldades do dia a dia. “Vai ajudar bastante, principalmente com o transporte e a alimentação, pois como o meu curso é diurno e moro na Região Metropolitana de Salvador (RMS), o gasto é alto para me manter na universidade. O programa realmente veio para favorecer os que mais precisam deste apoio”, afirmou.

O Circo Invade o Sertão e Vira São João no Centro Educacional Gilberto Viana

gv5

O Circo e o Sertão são dois elementos que brincam com o imaginário e fazem a alegria do nosso povo, e foi com essa perspectiva de unir os dois encantamentos populares que o Centro Educacional Gilberto Viana – CEGV, em Itambé, encantou o grande público presente na noite da última quarta-feira (19/06), cantando e dançado o circo.

A quermesse do CEGV que já virou tradição na cidade de Itambé, este ano veio com o Tema: O Circo Invade o Sertão e vira São João. A quadrilha composta por estudantes abrilhantou o “Arraiá”  com um espetáculo de cores, luzes e movimentos que encantou a todos os presentes,  a quadra da escola ficou pequena para tantas emoções. Além da quadrilha que foi um espetáculo à parte, teve também a escolha da Rainha do CEGV.

gv222

A Diretora Sandra Suely ao final do evento estava se sentindo realizada, foi muito esforço e dedicação, “ acho que fomos além do nosso limite, sentimos cansaço, estresse… Agradecemos a Deus por nos possibilitar tudo isso”.

“Ontem foi uma das noites mais especiais que já tive, meses preparando algo para agradar a população e acho que consegui, meu objetivo. O Circo invadiu o Sertão, uma mistura de São João com Circo que alegrou a galera e levou o público a dar risadas”. Diz o professor Dorinho Almeida, que se dedicou com muito carinho e não mediu esforços para que tudo saísse na mais perfeita harmonia.

Secretaria inscreve para sorteio eletrônico de cursos de Agroecologia, Aquicultura, Administração e Redes de Computadores

educacao-profissional-transforma-mercado-de-trabalho-em-salvador
Começam nesta quinta-feira (15) as inscrições para a criação das primeiras turmas dos cursos técnicos de Administração, de Redes de Computadores e de Aquicultura da rede estadual. Ao todo, serão ofertados 290 vagas para os três cursos.
Para o curso técnico de nível médio em Redes de Computadores, voltado para estudantes do 2º ano do Ensino Médio. Serão ofertadas 80 vagas, com aulas realizadas no Colégio Estadual Luiz Tarquínio, no bairro de Boa Viagem. O curso é uma parceria da Secretaria da Educação do Estado e do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), e terá carga horária de 1000h divididos em três semestres. As inscrições podem ser realizadas até o dia 28 de junho, no endereço http://www3.sec.ba.gov.br/sisec/sorteio/.
O curso será realizado e certificado pelo SENAI, com formação presencial mediado por tecnologia e as vagas serão definidas em duas etapas. Primeiro por sorteio eletrônico, no dia 30 de junho, onde serão selecionados 160 concorrentes, e logo após por entrevista entre os dias 3 e 5 de junho. O resultado final será divulgado no dia 10 de julho e o inicio das aulas no dia 20 de julho.
Aquicultura - O novo curso técnico de nível médio em Aquicultura será ofertado em parceria com a Bahia Pesca e tem inscrições abertas até 28 de junho, para 60 vagas. As inscrições também são feitas exclusivamente no endereço http://www3.sec.ba.gov.br/sisec/sorteio/.
O curso é voltado para estudantes que já concluíram o Ensino Médio e suas modalidades, seja em estabelecimentos de ensino da Rede Pública de Educação, no âmbito federal, estadual ou municipal ou, tenham comprovadamente, cursado o Ensino Médio em instituição filantrópica, ou em instituição privada na condição de bolsistas integrais.
O curso técnico em Aquicultura será realizado no anexo do Centro Estadual de Educação Profissional em Turismo do Leste Baiano (CEEP), localizado na Fazenda Oruabo, Estrada Bahia Pesca – s/n, Distrito de Acupe, no município de Santo Amaro.
A seleção para as vagas disponíveis acontecerá em duas etapas: A primeira etapa consiste num Sorteio Eletrônico, no dia 30 de junho, aleatório e de caráter classificatório, no qual concorrerão todos os candidatos inscritos. Na segunda, serão realizadas entrevistas individuais, de 3 a 5 de julho, no local de realização do curso. O resultado final será realizado no dia 10 de julho e a matrícula de 10 a 12 de julho. As aulas estão programadas para começar no dia 20 de julho.
Administração - O curso de Administração será ministrado pelo modelo da Escola de Formação Gerencial (EFG) – escola de Ensino Médio profissionalizante do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). A ação, uma parceria entre a Secretaria da Educação do Estado da Bahia e o Sebrae, a partir do eixo tecnológico Gestão e Negócios, está ofertando 150 vagas.
As vagas são destinadas a estudantes que tenham concluído o Ensino Médio e suas modalidades, sejam em estabelecimentos da rede pública (nos âmbitos federal, estadual ou municipal) ou que tenham cursado o Ensino Médio em instituições filantrópicas ou privadas na condição de bolsista integral.
As inscrições podem ser feitas até o dia 28/6, no endereço http://www3.sec.ba.gov.br/sisec/sorteio/. A seleção dos candidatos acontecerá por etapas. No dia 30/6 será realizado o sorteio eletrônico entre os primeiros 600 inscritos. Depois, os 300 candidatos contemplados no sorteio eletrônico irão fazer prova escrita de Português e Matemática, no dia 12/7, no Centro Estadual de Educação Profissional (CEEP) Empreende Bahia, no bairro de Água de Meninos. O resultado da seletiva será publicado no Portal da Educação, no dia 18/7.
A terceira etapa da seleção acontece nos dias 25 e 26/7, também no CEEP Empreende Bahia, onde serão realizadas uma dinâmica e a entrevista. O resultado final sairá no dia 28/7, no Portal da Educação. As matrículas para os 150 aprovados poderão ser feitas entre 31/7 a 4/8. As aulas do curso serão realizadas no próprio CEEP, com início no dia 10 de agosto.
>> Confira aqui as portarias dos processos seletivos para cursos técnicos de nível médio
 >> Confira aqui o cronograma 

 

Inscrições para a Feciba terminam 19 de junho

As inscrições para a 7ª Feira de Ciências, Empreendedorismo e Inovação da Bahia (FECIBA) foram prorrogadas até o dia 19/6. Gestores, professores e coordenadores pedagógicos da rede estadual devem aderir ao evento, que será realizado em 2018, por meio do formulário disponível.

“A FECIBA é uma das iniciativas, por meio da qual, estamos estimulando os nossos estudantes no estudo das Ciências e no interesse pela pesquisa científica, fazendo com que despertem para suas vocações e revelem suas capacidades criativas. É, sobretudo, um momento em que os alunos apresentam o resultado dos projetos desenvolvidos em sala de aula, orientados pelos professores, que têm relação com os lugares onde eles vivem e que, geralmente, apresentam soluções para problemas vivenciados pelas suas comunidades”, destaca o secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro.
Uma das novidades para a 7ª FECIBA é a premiação com Bolsa de Iniciação Científica Junior do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) para os 22 primeiros colocados. Uma das etapas da FECIBA é a realização das Feiras Escolares de Ciências, Matemática e Empreendedorismo, que deverão ocorrer de 1º de agosto e 30 de setembro deste ano. Todos os estudantes poderão participar das feiras escolares independente da série, mas só os projetos dos estudantes do Ensino Fundamental e até o 2º ano do Ensino Médio poderão ser submetidos à FECIBA, tendo em vista que a 7ª edição será realizada no próximo ano letivo.
Na 7ª FECIBA, a modalidade Empreendedorismo também será ampliada, segundo destaca a coordenadora do Programa Ciência na Escola, da Secretaria da Educação do Estado, Shirley Costa. “Com isto, teremos a perspectiva do envolvimento da construção de conhecimentos, a partir dos aspectos econômicos das regiões onde as escolas estão inseridas. A nossa expectativa é que, com isto, iremos atrair muitos novos projetos voltados ao Empreendedorismo”, afirma.
Para isto, a Secretaria da Educação está fazendo parcerias com instituições que trabalham com o Empreendedorismo na Educação, como é o caso do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE), para a realização de oficinas e palestras sobre o tema no próprio SEBRAE e durante a 6ª FECIBA, que acontece no segundo semestre deste ano.

Secretaria divulga Centros de Educação Profissional selecionados para projeto Educação Empreendedora

educacao-profissional-desenvolvem-trufas-de-pimenta-e-aipim-2A Secretaria da Educação do Estado da Bahia divulga, nesta quinta-feira (8/6), o resultado da seleção dos Centros de Educação Profissional para participação do licenciamento de metodologias do SEBRAE. Esta é uma das iniciativas do projeto Educação Empreendedora da Secretaria da Educação do Estado em parceria com o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas da Bahia (SEBRAE-BA), com o objetivo de capacitar professores e formar estudantes com o foco na área.
A perspectiva é a de que cada Centro contemple entre 690 e mil estudantes a partir da formação dos professores, totalizando 10.350 alunos beneficiados com as metodologias aplicadas, em 2017.
O curso será ministrado em duas etapas nas sedes dos Centros selecionados. A formação para a primeira turma vai de 5 a 14 de julho, com as Metodologias de Educação Empreendedora: Crescendo e Empreendendo. A formação para a segunda turma acontecerá de 2 a 11 de agosto, sobre Metodologias de Educação Empreendedora: o Despertar.  Após estas fases, os professores vão aplicar as metodologias com os estudantes. O desdobramento do projeto será a realização de uma Feira de Culminâncias e de um encontro entre professores para avaliação dos resultados do trabalho. Em 2018, outras turmas de estudantes serão envolvidas no processo.
A proposta do projeto Educação Empreendedora é promover a cultura empreendedora no currículo da Educação Básica e Profissional do Estado, alcançando, desta forma, cerca de 50 mil estudantes, até 2018.

Secretaria divulga resultado da seleção REDA para professores e profissionais da Educação

diario-oficial
Para ampliar, ainda mais, a qualidade pedagógica das escolas, a Secretaria da Educação do Estado publicou, nesta quarta-feira (7), no Diário Oficial do Estado, o resultado final e a homologação do resultado final dos Processos Seletivos Simplificado para a contratação de professores e profissionais da Educação, por meio do Regime Especial de Direito Administrativo (REDA). As provas foram realizadas no dia 7 de maio por mais de 30 mil candidatos.
Para o secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, “estes professores e profissionais da Educação têm formações específicas e, portanto, isto irá representar uma maior qualidade pedagógica nas salas de aula”.
Com este processo, mais de sete mil professores e profissionais da Educação passarão a atuar nas escolas estaduais, a partir deste semestre, em substituição aos contratos emergenciais realizados no ano de 2016. A seleção prevê a contratação de 2.485 professores da Educação Básica e do Campo. Somados a estes, mais 211 professores substitutos serão convocados imediatamente de um total autorizado de 2.243, que deverão ser convocados na medida em que forem surgindo as vagas, ao longo do ano letivo ou enquanto durar a validade do processo seletivo.
O processo seletivo também contempla 215 vagas para professores indígenas e 961 para a função de técnico de nível médio/mediador para o Ensino Médio com Intermediação Tecnológica (Emitec). Deverão ser convocados, também, 519 professores da Educação Profissional e Tecnológica e 157 preceptores de estágio de Enfermagem das unidades da Educação Profissional e Tecnológica. Outras 655 vagas são da Educação Especial, destinadas a técnicos de Atendimento Educacional Especializado, tradutor/intérprete de Libras, cuidador educacional, braillista e instrutor de Libras.
Convocação
A Secretaria da Educação do Estado iniciará a convocação no decorrer do mês de junho e o processo se estenderá até a vigência do processo seletivo. Os convocados serão encaminhados de forma imediata para assumirem as suas funções.

Últimos dias de inscrições para o pré-vestibular Universidade para Todos

upt7

Os interessados em concorrer a uma das 16.400 vagas para o cursinho Universidade Para Todos (UPT), ofertado pela Secretaria da Educação do Estado, devem se inscrever até esta quinta-feira (8). As aulas, preparatórias para o vestibular e para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), são realizadas em Salvador e mais 228 localidades do Estado da Bahia, em 27 Territórios de Identidade. A ação é desenvolvida em parceria com as universidades estaduais UNEB, UEFS, UESB e UESC. As inscrições são realizadas, exclusivamente, no Portal da Educação (educacao.ba.gov.br/universidadeparatodos).

Poderá concorrer a uma vaga o candidato que for egresso do Ensino Médio das redes estadual ou municipal do Estado da Bahia. Também podem concorrer estudantes das redes públicas estadual ou municipal matriculados, em 2017, nas seguintes situações:  3º ano do Ensino Médio Regular ou suas modalidades correspondes, do 4º ano da Educação Profissional Integrada ao Ensino Médio ou suas modalidades correspondentes. Todos estes estudantes precisam ter concluído o Ensino Fundamental II (5ª à 8ª séries, atual 6º ao 9º ano ou modalidades correspondentes), e a 1ª e 2ª séries do Ensino Médio Regular ou modalidades correspondentes nas redes estadual ou municipal no Estado da Bahia.
Matrícula
A seleção é feita através das médias de Português e de Matemática que são lançadas pelo candidato no ato da inscrição e conferidas no ato da matrícula. A matrícula será realizada entre os dias 3 a 7 de julho, no local e turno que o aluno optou para estudar. Para se matricular, é preciso apresentar cópia e original do CPF, RG, comprovante de residência, além do Histórico Escolar do Ensino Médio e do Ensino Fundamental II. As aulas começam no dia 3 de julho e vão até dezembro de 2017.
Mais sobre o UPT
O UPT oferece aulas regulares, de segunda a sexta-feira, de Português, Redação, Matemática, Física, Química, Biologia, Literatura, Língua Estrangeira (Inglês ou Espanhol), História e Geografia, além de atividades complementares como seminários, oficinas, revisão para o ENEM, aulões, simulados e orientação vocacional. O curso oferece, ainda, material didático, fardamento e isenção da taxa de inscrição em processo seletivo das universidades estaduais aos alunos que apresentarem frequência igual ou superior a 75% das aulas ministradas.

Universidade para Todos – UPT

upt1

O Projeto Universidade para Todos, criado pelo governo do Estado da Bahia, através do Decreto nº 9.149, de 23 de julho de 2004 e o Decreto nº 17.610, de 18 de maio de 2017, é coordenado pela Secretaria da Educação e executado em parceria com as Universidades Estaduais (Uneb, Uefs, Uesb, Uesc). Trata-se de uma ação voltada para fortalecer a política de acesso à Educação Superior, direcionada a estudantes concluintes e egressos do ensino médio da rede pública estadual.

Em 2017, serão disponibilizadas 16.400 vagas em cerca de 229 localidades do Estado da Bahia. O curso será presencial, com carga horária de 20 horas semanais e aulas das disciplinas Português, Redação, Matemática, Física, Química, Biologia, Literatura, Língua Estrangeira (Inglês ou Espanhol), História e Geografia, tendo como objetivo consolidar e aprofundar conhecimentos adquiridos pelos alunos, preparando-os para os processos seletivos de ingresso ao ensino superior.

Além das aulas regulares serão realizados projetos complementares como seminários, oficinas, simulados e orientação vocacional. O Projeto oferecerá também material didático, fardamento e isenção da taxa de inscrição em processo seletivo das universidades estaduais aos alunos que apresentarem frequência igual ou superior a 75% das aulas ministradas.

                                                                      >> Leia a íntegra do Edital <<

>> Leia a íntegra do Decreto nº 9149.doc
>> Leia a íntegra do Decreto nº 17.610.pdf
>> Locais de funcionamento no interior.pdf
>> Locais de funcionamento em Salvador.pdf

Poderá concorrer a uma vaga o candidato que:

  • Estiver matriculado em 2017 no 3º ano do Ensino Médio Regular estadual ou municipal ou suas modalidades correspondentes; tenha cursado, em escola pública municipal e/ou estadual no Estado da Bahia, o Ensino Fundamental II – 5ª à 8ª séries, atual 6º ao 9º ano ou modalidades correspondentes – e 1ª e 2ª séries do Ensino Médio Regular ou modalidades correspondentes;
  • Estiver matriculado no 4º ano da Educação Profissional integrada ao Ensino Médio estadual ou municipal ou suas modalidades correspondentes; tenha cursado, em escola pública municipal e/ou estadual no Estado da Bahia o Ensino Fundamental II.
  • For egresso do Ensino Médio estadual ou municipal do Estado da Bahia; tenha cursado, em escola pública municipal e/ou estadual no Estado da Bahia o Ensino Fundamental II.

Calendário

ATIVIDADE   INÍCIO TÉRMINO
INSCRIÇÃO  01/06/2017 08/06/2017
DIVULGAÇÃO DO RESULTADO  14/06/2017         –
MATRÍCULA  

*NO LOCAL E TURNO QUE O ALUNO OPTOU PARA CURSAR

03/07/2017 07/07/2017
INÍCIO DAS AULAS   03/07/2017 15/12/2017

 

Começa a coleta de dados para o Censo Escolar da Educação Básica

estudantessala-de-aula
Começa, nesta quarta-feira (31), o Censo Escolar da Educação Básica e a Secretaria da Educação do Estado orienta para que os gestores das escolas estaduais atualizem as informações dos estudantes e das unidades escolares no Sistema de Gestão Escolar (SGE). Os dados informados serão migrados para o Sistema Educacenso, do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP).
Os dados coletados pelo Censo Escolar servem de base para a formulação de políticas públicas e para a distribuição de recursos públicos como alimentação e transporte escolar, distribuição de livros e uniformes, implantação de bibliotecas, instalação de energia elétrica, Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE) e Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (FUNDEB), entre outros. Os dados também são utilizados no cálculo do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB), por outros ministérios como Saúde e Esportes e por organismos internacionais como a UNESCO e o UNICEF.
A superintendente de Gestão da Informação Educacional do Estado, Cristiane Soares Ferreira, diz que esta atualização é imprescindível. “É essencial que os dados coletados sejam fidedignos para que a gente tenha a geração de políticas públicas de Educação adequadas para o nosso Estado. Além disso, esses dados são pré-requisito para as provas do Sistema de Avaliação da Educação Básica (SAEB)”, destaca.
Treinamentos
Para respaldar a ação junto aos gestores escolares, a Secretaria da Educação do Estado realizará, a partir desta segunda-feira (5), treinamentos para técnicos dos Núcleos Territoriais de Educação (NTE) e de secretarias municipais de Educação, para a execução do censo nos municípios baianos. A primeira capacitação será no NTE 26, que envolve Salvador e Região Metropolitana. Neste caso, os técnicos preencherão os dados no Sistema Educacenso
O Censo é realizado anualmente em regime de colaboração entre o INEP e as secretarias estaduais e municipais da Educação, em caráter declaratório e mediante coleta de dados descentralizados. A ação engloba todos os estabelecimentos públicos e privados de educação básica, onde são coletadas informações dos estudantes, turmas, escolas e profissionais da educação como unidades de informação principal.

Últimos dias de inscrição para a 7ª Feira de Ciências, Empreendedorismo e Inovação da Bahia

ararazul_0
Terminam, nesta quarta-feira (31), as inscrições para a 7ª Feira de Ciências, Empreendedorismo e Inovação da Bahia (FECIBA). A feira é promovida pela Secretaria da Educação do Estado da Bahia para estimular o estudo das Ciências em sala de aula. Para se inscrever, gestores, professores e coordenadores pedagógicos da rede estadual deverão aderir ao evento, que será realizado em 2018.
“A FECIBA é uma das iniciativas, por meio da qual, estamos estimulando os nossos estudantes no estudo das Ciências e no interesse pela pesquisa científica, fazendo com que despertem para suas vocações e revelem suas capacidades criativas. É, sobretudo, um momento em que os alunos apresentam o resultado dos projetos desenvolvidos em sala de aula, orientados pelos professores, que têm relação com os lugares onde eles vivem e que, geralmente, apresentam soluções para problemas vivenciados pelas suas comunidades”, destaca o secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro.
Uma das novidades para a 7ª FECIBA é a premiação com Bolsa de Iniciação Científica Junior do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) para os 22 primeiros colocados. Uma das etapas da FECIBA é a realização das Feiras Escolares de Ciências, Matemática e Empreendedorismo, que deverão ocorrer de 1º de agosto e 30 de setembro deste ano. Todos os estudantes poderão participar das feiras escolares independente da série, mas só os projetos dos estudantes do Ensino Fundamental e até o 2º ano do Ensino Médio poderão ser submetidos à FECIBA, tendo em vista que a 7ª edição será realizada no próximo ano letivo.
Na 7ª FECIBA, a modalidade Empreendedorismo também será ampliada, segundo destaca a coordenadora do Programa Ciência na Escola, da Secretaria da Educação do Estado, Shirley Costa. “Com isto, teremos a perspectiva do envolvimento da construção de conhecimentos, a partir dos aspectos econômicos das regiões onde as escolas estão inseridas. A nossa expectativa é que, com isto, iremos atrair muitos novos projetos voltados ao Empreendedorismo”, afirma.
Para isto, a Secretaria da Educação está fazendo parcerias com instituições que trabalham com o Empreendedorismo na Educação, como é o caso do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE), para a realização de oficinas e palestras sobre o tema no próprio SEBRAE e durante a 6ª FECIBA, que acontece no segundo semestre deste ano.